Arquivo da categoria ‘Notícias’.

Melhor monografia

“Estratificação do risco de eventos cardiovasculares através de métodos cardiovasculares não invasivos” é o título da melhor monografia realizada no primeiro ano (2011) de residência em cardiologia clínica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.

A obra foi premiada com uma publicação num livro sobre cardiologia, que será lançado em junho no Congresso da Sociedade de Cardiologia de São Paulo.

Tiago (filho de Maria Helena e Laerte Bignoto Júnior) está entre os vencedores, que, ainda como prêmio, viajarão para o Congresso da American Heart Association, a ser realizado em Los Angeles, no mês de novembro.

Os médicos Romeu Meneghelo, Mário Nunes Barbosa, Ricardo Carneiro Amarante, Tiago Costa Bignoto, Rogério Andalaft, Tannas Jatene, Jakelyn Ortiz e Marcelo Bertolami comemoraram – e muito - a difícil conquista

15 anos

Rafaela (filha de Luzia Bertelli Mayrink e Ricardo Mayrink) festejou 15 anos em bela festa decorada com bom gosto por Cheila Amaral Flores

Aniversário

Fernando Coelho

Fernando Antônio Cavalcanti Nunes Coelho aniversariou dia 25 de fevereiro e estalou champanha em Cancun, no México, ao lado da esposa, Patrícia Pardini.

Vermelho e Branco

No Esporte Clube Biquense

Denilson Venturelli, Silene Mazzoco, Ivânia Venturelli, Mariana Venturelli e Marcelo Feital

Bianca Sarto e Bernardo Farhat

Gilson Elias Galil, Karina Galil, Fernanda Faria e Balthazar Faria

Rose Araújo, Cilene Marôcco de Souza, José Braúlio Souza, Waldonir Rossi, Lili Rossi, Simone Marôcco do Valle e João Celso do Valle

Mário Nascentes e Rosane Longo

Salma Iásbeck Jorge, Rita do Salim, Cláudia Mattos, Maida Prata, Luciano Galil, Cezar Prata, Marquinhos Gomes e Rita Gomes

José Bráulio e Magela Longo dos Santos

Sauler Felipe Matos, Magela Matos e Cristian Matos Croci

Mais estalidos

Fernando do Joca, Honório de Oliveira e Wolney Sarto no Bloco da Cana

Bloco do Varandão

Pontos altos

Os pontos altos do Carnaval biquense foram, sem dúvida, a estrutura montada pela prefeitura (invejável), o Baile do Vermelho e Branco (ótimo) e as escolas de samba (heroínas).

Mocidade Independente das Abelhas

Real Biquense


Fotos: Blog do Turismo de Bicas

Estalidos do Carnaval biquense

Fotos: Facebook e Amarildo Mayrink

Bloco Água de Côco

Alvimar Novaes no Bloco do Urubu

Anderson, Geila Felipe e Geisa Felipe (irmãs) no Bloco da Cana

Bloco das Brabulêtas Fremosas

Bloco da Cana

Dorniê Matias, grande folião, saiu nas duas escolas com garra e alegria

Dudu Grassano bem amparado no Bloco das Brabulêtas

Fabiano Matiole, Carlinhos Alhadas e Deyse Alhadas no Bloco do Urubu

Janaina Matos, Heloiza Fonseca, Marquinhos Cabeleireiro e Rita do Salim no Baile das Brabulêtas Fremosas

"Vagner Love" no Bloco do Urubu

Neto Borges e Fabrício Alhadas no Bloco do Urubu

Bloco O Galo da Língua Grande

Bloco Piranhas da Rua da Caixa

Turma animada no Bloco da Cana

Os irmãos Sérgio e Rosângela Martins com o Burro Mé com Mé

O urubu

Bloco H2O

Visitando Nana Caymmi

Nana Caymmi

Fui com o Ronaldo Matta visitar Nana Caymmi no reduto da família em Pequeri. Foi uma visita rápida e que poderia ter sido alongada graça ao carinho e a cordialidade com que fomos recebidos. Mas tínhamos pressa. Ela e a filha Stelinha, biógrafa dos avós, nos encantaram com delicioso bate-papo. Nana nos falou da sua vontade em fixar-se de vez na santa terrinha. Contou-nos coisas do passado e da sua vitoriosa carreira artística e comentou o episódio de uma estátua de seu pai que foi retirada de uma praça pública no Rio, para ser derretida e substituída por outra. Chegou-se a pensar em trazê-la para Pequeri. Nana é, sem dúvida, um patrimônio da cultura musical do Brasil. Merece a tranquilidade que encontrou na vizinha cidade. Stelinha, por sua vez, nos encantou pela simpatia e pelo diálogo fácil e inteligente. Falou-nos de seus livros. Tem bossa para as letras e vai longe. Sua presença em Pequeri é, também, motivo de justo orgulho para a santa terrinha. Aliás, toda a família Caymmi é considerada patrimônio da cidade. Daí!…

Fonte: jornal O Município no 2540 – Júlio C. Vanni – janeiro de 2012

Real

GRES Real Biquense

“Sou azul, vermelho e branco… ô ô ô… No meu peito eu trago a paz… Real Biquense não te esquecerei jamais, Real Biquense não te esquecerei jamais…”  Com esse grito de guerra, que, com certeza vai pintar na avenida, e a benção dos Alhadas, principalmente dos que se foram, a representante da parte baixa mostrará o enredo “No balançar dos balangandãs, a Azul, Vermelho e Branco é  Joia Rara!”.

Ao falar sobre os balangandãs, Carmem Miranda e as riquezas de algumas civilizações, a Real promete um desfile organizado, luxuoso e bonito.

A autoria e a interpretação do samba é de Adriano di Mello.

Siga a letra…

Real biquense eu sou!
A minha história, realidade                                  (Refrão)
E nessa festa eu vou
Extravasar minha felicidade

Vou me enfeitar e arrasar nessa avenida
Me sinto um verdadeiro faraó
Vejam só que ousadia…
Lá no mundo antigo começou
E se espalhou em cada civilização

Tem joia, tem graça em todas as raças
Enfeites e mil fantasias
O índio recria, o povo copia
E viva a bijuteria!

Vou cantarolar no balançar dos balangandãs…
Foi Clara Nunes quem cantou ô ô
E encantou nossas manhãs

Vou esperar amanhecer e minha joia vai brilhar
E quando o samba estremecer, Carmem Miranda vai arrepiar         (Bis)

Abelhas

GRES Mocidade Independente das Abelhas

A zum-zum-zum (mas, também, pode me chamar de comunidade) adentrará hoje na Passarela do Samba de Bicas e levará pra rua o tema “Enredo dos enredos – Trinta e cinco anos faz toda a minha história”.

O GRES vai descer do campo do Leopoldina com aquele gingado especial, tanto na batera, quanto no “diz no pé”, espera-se. O grêmio preparou para este domingo todos os carnavais de sucesso que a escola apresentou ao longo de sua existência.

A autoria e a interpretação do samba são de Genecir Passista e José Ricardo, que serão acompanhados por Rodrigo Esperança no cavaquinho.

Veja a letra…

Levanta as mãos vamos aplaudir
Como é linda esta união
São trinta e cinco anos de felicidade                (Refrão)
Bate forte bateria
Com a força da comunidade

Avança minha tribo guerreira
A natureza linda eternizou
Vamos nesta luta
Chica da Silva e Zumbi conquistou
No campo do Leopoldina
Onde toda história começou
Minha raiz eu vi brotar
É nossa escola vamos parabenizar!

Salve todos sambistas
Que por aqui passou                      (Refrão)
Celeiros de bambas
Que a Abelha abraçou

Enredo dos enredos
Na máquina do tempo eu viajei
Lembranças são inesquecíveis
Nelson Ramos
É arte e cultura
Vou cantar sorrir e brincar
Na avenida com o povo a delirar!

Daki

Amanhã será o grande dia do desfile dos 40 anos da Banda Daki, coordenada por Zé Kodak… Como das outras vezes, Isabelita dos Patins preparou indumentária especial para o volumoso evento carnavalesco.

Falar assim é dizer que, por intermédio do vereador José Tarcísio Furtado, dia 15 de fevereiro, a Câmara Municipal de JF outorgou Título de Entidade Benemérita aos desfilantes…

Falar mais assim é também dizer que, ontem, o M Hall recebeu muitos foliões para o “Baile dos 40 anos da Banda Daki”.

O prefeito de JF, Custódio Mattos, recebeu a camisa da Banda Daki do empresário Zé Kodak

A concentração é no Espaço Rocha

Carnaval Interno
Hoje vai ter balada carnavalesca no Esporte Clube Biquense. Trata-se da Noite do Vermelho e Branco com a Banda Realce… O balanço sacudirá o Espaço Fama na folia promovida pelo Toscana Buffet, segunda-feira.

Pesquisas
As pesquisas apontam… De cada dez casais que caem juntos na folia, sete terminam a noite brigados (cenas de ciúme, intrigas etc.)… Ainda nos mesmos dez casais, posteriormente, três se transformam em adultério… No Carnaval, de cada dez pessoas, pelo menos sete se submetem a baratos que elas abominam cotidianamente, como o álcool e outras drogas… Concluíram que essas coisas acontecem em decorrência do êxtase atingido na grande festa, quando o símbolo da liberdade, da igualdade, mas também da orgia e da depravação, leva as pessoas a se comportarem fora de seus padrões normais.

Já que é assim… Segura a onda, moçada!

Carnaval em Bicas

Sexta-feira – 17/02
09h30 – Bloco das Escolas Municipais
20h – Bloco da Saúde com o Grupo Fazendo Arte – Tenda do Samba
23h – Baile do Vermelho e Branco – Esporte Clube Biquense

Sábado – 18/02
10h – Abertura Oficial do Carnaval na Praça é Nossa com o Grupo Eterno Aprendiz
16h – Bloco do H2O
20h – Desfile dos Blocos Tira-Couro, Divinas, Piranhas da Rua da Caixa e outros
23h – Banda Força Oculta

Domingo – 19/02
12h – CarnaBrahma
15h – Grupo Eterno Aprendiz – Tenda do Samba
17h – Bloco da Cana
18h – Matinê com DJ
22h – Desfile da Escola de Samba Mocidade Independente das Abelhas
23h – Banda Força Oculta

Segunda-feira – 20/02
14h – Baile Infantil à Fantasia – Pallazzo di Fiori
17h – Grupo Fazendo Arte – Tenda do Samba
22h – Bloco do Urubu
00h – Banda Ziriguidum

Terça-feira – 21/02
16h – Bloco Burro Mé com Mé
17h – Bloco Água de Côco
18h – Matinê com DJ
22h – Desfile da Escola de Samba Real Biquense
23h – Banda Ziriguidum
06h – Bloco do Pijama

Não funciona
Atenção, frequentadores!
O Bar e Restaurante Recanto Natural não vai funcionar no Carnaval.

Arquivos
Categorias