Arquivo março, 2008

Coluna nº 222

Atualizada quinzenalmente

CURSOS TÉCNICOS
Honório de Oliveira conquistou mais uma importantíssima vitória na sua obstinada luta pela educação, ampliando o Pólo Universitário biquense, com a criação de seis cursos técnicos. Curso técnico hoje é luxo. Quem realmente tem aptidão está lá na “empregabilidade”.

Mas o lance não foi assim tão fácil quanto você pensa. O prefeito teve que peregrinar várias vezes a Brasília para inserir a cidade no “Programa Escola Técnica Aberta do Brasil” (Ministério da Educação).

Em todo o país, somente cerca de 300 municípios foram escolhidos para integrarem ao programa. Pesou, a favor de Bicas, a Declaração de Sustentabilidade Financeira da administração 2005/2008.

Cito, agora, os seis cursos técnicos aqui falados: Agropecuária, Meio Ambiente, Gestão Ambiental, Enfermagem, Gestão Pública e Segurança do Trabalho.

HORTA FITOTERÁPICA
Inaugurada no fim do ano passado, está dando certo a Horta Fitoterápica da Prefeitura de Bicas.

O objetivo é auxiliar e incentivar os usuários da Unidade Básica de Saúde a utilizarem a medicina preventiva com segurança.

100 MELHORES
Bicas se classificou entre os 100 melhores municípios de Minas Gerais no Índice de Responsabilidade Fiscal, Social de Gestão dos Municípios (IRFS) Edição 2006, divulgado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). A cidade se destacou pela eficiência na área de gestão.

Mesmo com avaliações medianas nos sub-índices de gestão fiscal (0,511) e social (0,524), esses índices se mostraram melhores que nos anos anteriores, mas o destaque no ranking foi conquistado pela pontuação da gestão, que foi de 0,610, maior que o primeiro colocado, o município de Poços de Caldas, com 0,607. Feita a média entre os três índices, chega-se ao número 0,548, um dos melhores da Zona da Mata mineira.

O IRFS serve como um parâmetro simples e ao mesmo tempo amplo de avaliação das administrações municipais, não se restringindo aos controles da Lei de Responsabilidade Fiscal, abrangendo medidas de eficiência interna e de responsabilidade social.

Além dos indicadores fiscais, são comparados dados como o custeio da máquina, o esforço de investimento, o superávit primário e a performance nas áreas da saúde e educação.
Fonte: jornal A Região

PRESTÍGIO
As duas próximas notas que se seguem foram transcritas na íntegra do jornal Tribuna de Minas, coluna César Romero…

SOM E CACHAÇA
No reduto de Bia Campomizzi e Serginho Brasil, no final de semana, na Serra de Ibitipoca, o músico Emmerson Nogueira comentava sobre a renovação do contrato com a Sony para a gravação de mais dois CD’s e um DVD.
Ele foi buscar a cachaça artesanal “Ibitipoca”, engarrafada por Juçara e Bareta Góes. A reserva, personalizada para o músico, será um dos itens especiais do estúdio que está montando em São João Nepomuceno.
A propósito, na noite de domingo, Emmerson circulou no Sabor das Arábias, visitando o amigo (e guitarrista) Salim Lamha.

DOMINGO MUSICAL
“Foi uma coisa de louco!”. Assim um leitor definiu a noite especial de domingo, no Sabor das Arábias.

Além do excelente som de Salim, Joãozinho da Percussão e Prieto, ‘canjas’ maravilhosas de Fernando Drummond (trombone), Fofinho e Cacá Boechart (percussão) e do sueco Yan Cederquist (contrabaixo, no Brasil para tocar com alguns amigos músicos).

Salim e o irmão Ricardo Lamha, que é ‘luthier’, levaram o público ao delírio quando tocaram um único violão a quatro mãos. E também foram ovacionados no duo de cavaquinho (os dois instrumentos, assinados por Ricardo).

FRANÇA
O ex-lateral direito do Vasco da Gama, Marco Aurélio Ayupe, que realiza bom trabalho com a garotada em São João Nepomuceno, foi convidado pela CBF para comandar uma seleção que irá representar o Brasil num torneio na França.

Ayupe aproveitará o ensejo e vai dar oportunidade a vários jogadores da cidade vizinha.

NOVELA
Uma equipe da Rede Globo de Televisão esteve em Mar de Espanha e tirou várias fotos. O objetivo é mostrá-la ao autor da próxima novela das “oito”, João Emanuel Carneiro. Quem sabe serão feitas algumas imagens na cidade do mármore?

COMMANDER
A empresária Fátima Inham – (32) 3232-4997 – está representando a Orquestra Commander do Rio de Janeiro – maestro Agostinho Silva – na região.

Dia 01 de março, em JF, na Festa dos 50 anos do Clube Caiçaras, com a participação do Martha’s Buffet, a orquestra deu um show de baile.

PALLAZZO DI FIORI
Festas e mais festas no Pallazzo di Fiori… Sempre… Sempre…

Letícia, filha de Flávia e Carlos Sarchis, comemorou um aninho no dia 15 de março

Marília Bianco, na foto com o marido Homero e filho Fernando, festejou 75 anos dia 16 de março. Almoço regado a emoção e alegria

Alessandra Ferreira Mattos Aleixo e Hamurabi Elizio Aleixo celebraram o batismo do filho, Luiz Paulo, em 23 de março

TELECENTRO
Graças ao prefeito Lair Silvas e o deputado federal, Lincoln Portela, Guarará vai ter um Telecentro Digital, que será implementado por intermédio de convênio com o Ministério das Comunicações.

O Tele receberá da pasta do Hélio Costa um servidor, 10 microcomputadores ligados em rede, data-show, roteador wireless (internet sem fio), impressora a laser, central de monitoramento remoto, onze estabilizadores de voltagem, 11 mesas para computador, mesa para impressora, mesa de assistência, armário e 21 cadeiras multiuso.

Para o município ficou a tarefa de ajeitar prédio adequado e tomar conta dos equipamentos.

TSE divulga prazos para sucessão
Faltando pouco mais de seis meses para as eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o calendário oficial de desincompatibilização. Até o dia 5 de junho, a quatro meses da eleição, ministros, secretários estaduais e municipais, presidentes ou superintendentes de autarquia ou empresa pública, promotores, defensores públicos, magistrados e militares devem deixar suas funções se pretendem concorrer à Prefeitura. Caso pleiteiem à Câmara, o prazo é maior, e eles devem sair já no dia 5 de abril.

Já os profissionais que têm atividades divulgadas na mídia, como atores e jogadores de futebol, não precisam interromper suas atividades para se candidatar a prefeito. Também não precisam desincompatibilizar-se o vice-prefeito que não substituiu o titular nos seis meses anteriores à eleição. A três meses do pleito municipal, servidores públicos em geral, estatutários ou não, dos órgãos da administração direta ou indireta precisam deixar seus postos. O dirigente sindical que quiser disputar as eleições para prefeito ou vereador terá que se licenciar do cargo que ocupa no sindicato até 5 de junho.
Fonte: jornal Tribuna de Minas

SER CRIATIVO
A criação do novo não é conquista do intelecto, mas do instinto de prazer agindo por uma necessidade interior. A mente criativa brinca com os objetos que ama. (Carl Gustav Jung)

Todos os atos criativos são formas de divertimento. Sem divertimento, o aprendizado e a evolução são impossíveis. O divertimento é a raiz de onde brota a arte original; é o material bruto que o artista canaliza e organiza com as ferramentas do conhecimento e da técnica. A própria técnica nasce da diversão, porque não podemos adquirir técnica apenas por meio da prática repetida, da persistente experimentação e utilização de nossas ferramentas, num teste contínuo de seus limites e de sua resistência. O trabalho criativo é divertimento; é a livre exploração dos materiais que cada um escolheu. A mente criativa brinca com os objetos que ama. O pintor brinca com a cor e o espaço. O músico brinca com o som e o silêncio. Os deuses brincam com o universo. As crianças brincam com qualquer coisa em que possam pôr as mãos.
O divertimento permeia todas as facetas de nossa vida e tem assumido as mais diversas formas, algumas altamente evoluídas, como o ritual, as artes, a política, o esporte e a própria civilização. Quando se alcança a diversão, se adquire compreensão, porque onde há diversão não existem problemas. O divertimento é sempre uma questão de contexto. Não depende do que fazemos, mas de como fazemos. O ambiente onde a diversão ocorre pode ser informal ou extremamente solene. Até o trabalho mais difícil, se encarado com espírito alegre, pode ser diversão.

A brincadeira possibilita uma maior riqueza de reações e melhora nossa capacidade de adaptação. Ela nos torna flexíveis.

Brincar é diferente de jogar. Brincar é ter o espírito livre para explorar, ser e fazer por puro prazer. O jogo é uma atividade definida por um conjunto de regras. A brincadeira é uma atitude, uma disposição, uma maneira de fazer as coisas, ao passo que o jogo é  uma atividade definida por regras e que depende de um campo e de jogadores.

Escrever só é arte quando o escritor adora trabalhar com a linguagem, quando se diverte no jogo da imaginação, e não quando encara o ato de escrever meramente como meio de transmitir suas idéias.

A musa mais poderosa é a nossa criança interior.
Trechos extraídos do livro “Ser Criativo” de Stephan Nachmanovitch

Coluna nº 221

Atualização quinzenal

INAUGURAÇÕES
O prefeito Honório de Oliveira descerrou várias placas juntamente com autoridades, sua equipe de governo, familiares dos homenageados e amigos, inaugurando…

A ponte Val Paraíso, que beneficiará os agricultores da localidade a escoarem seus produtos com tranqüilidade e segurança.

A passarela “Vereador José Cúgola”, situada na rua Prefeito Nilson Batista Vieira, concretizou um desejo dos moradores da redondeza. A filha do homenageado Maria das Graças Cúgola Ventura relembrou a figura do pai, homem honrado e trabalhador, que deixou esse legado para a família e amigos.

A ponte “Vereador José Cúgola”, construída na rua Prefeito Barroso Gomes, está facilitando o escoamento do córrego São José, que transbordava causando enchentes. Na ocasião, a vereadora proponente, Maria Hudsonina de Castro Sarto, relembrou do carinho que sempre teve para o amigo e companheiro do legislativo.

O prefeito Honório de Oliveira disse da influência política do vereador José Cúgola, relembrando que, por muitas vezes, as autoridades do estado e federação, quando se falava o nome de Bicas, tinham como referência “José Cúgola”.

A quarta inauguração aconteceu na rua Otaviano Rezende, onde foi edificado, com recursos próprios, um muro de contenção. Agora, os transeuntes podem passar pelo logradouro com  segurança.

Na ocasião, os vereadores Gilson Mattos, Jorge Luiz e Geraldo Magela enalteceram a administração 2005/2008, pela lisura na construção dessas obras.

O prefeito Honório agradeceu aos presentes e disse do desejo constante de continuar trabalhando por Bicas.

15 ANOS
Ainda repercute nos meios o belíssimo aniversário de 15 anos de Sâmyla Aquino Rossi, filha de Kátia Cristina e João Batista Dias Rossi.

A noite teve tudo do bom e do melhor: Martha’s Buffet, Banda Help, DJ Guto Rossi, Toninho Aleixo (decoração) e Ilume & Cor.

TRIPLA COMEMORAÇÃO
A família de Juliana e Domingos Cardinelli está em festa. A filha Franciane, que é farmacêutica, terminou o curso de pós-graduação em Citologia Clínica pela Universidade Federal de Ouro Preto.

A filha Camila colou grau em Nutrição pela Unipac/JF e o filho Lucas foi aprovado no vestibular de Engenharia Florestal pelas Universidades Federais de Lavras e Viçosa.
Fonte: jornal O Município

DOAÇÃO
O empresário Joaquim Carlos Correia de Oliveira, proprietário do Posto Maripá, localizado às margens da BR 267, após autorizar a perfuração de poço artesiano em sua propriedade, a fim de atender a demanda de água pela COPASA, manifestou-se no sentido de que a prefeitura possa garantir a manutenção do abastecimento de água em Maripá.

Numa demonstração de responsabilidade social, Joaquim Carlos contribui e apóia o desenvolvimento do município que vive hoje problemas com falta d’agua.

Assim, mais uma vez com o apoio da iniciativa privada, a prefeitura conseguirá, juntamente com a COPASA, acabar com a insuficiência do abastecimento de água na cidade.
Fonte: Prefeitura de Maripá de Minas

CURSO
Estão abertas, na Associação dos Cegos, em JF, as inscrições para cursos que formam professores, estudantes e demais profissionais da área de educação a se habilitarem ao sistema de ensino para deficientes visuais.

CRUZEIRO

Em recente cruzeiro... Viajando por Buenos Aires, Punta Del Este, Montevidéo etc: Olélia, Simone Machado, Ricardo Bertelli Machado e Pedro (candidato a vereador em Iguaba/RJ), curtindo, na capital da Argentina, o “Señor Tango”.

NA BOCA DO POVO
Pronúncias da rua Halfeld tiradas da boca do povão: álfel, arfedi, ralfeldi, arfi, alfi, alfiu, alfê, arfê.

FLAMENGO
Ainda pipoca na memória dos pequerienses a pulsante partida de futebol entre a equipe local, Parceria Nota 10 Cruzeiro versus Flamengo (Júnior).

A meninada de Pequeri perdeu por 2 a 1, mas fez bonito ao se entregar com muita raça à ofegante peleja.

Roberto Moreira, espetacular ex-craque da cidade e região, de biquinho, deu o pontapé inicial na festa que teve ainda outras partidas, tipo Tupinambás e Escolinha do Zico, ambas de JF.

TQ
O hilariante grupo teatral de Juiz de Fora TQ apresentou-se no Espaço Fama sábado, dia 08 de março, levando a peça “Tropa de Elite da Guarda Municipal de Juiz de Fora”.

INTELECTUAIS
Sábado passado, antes do almoço, os intelectuais Marcinho Gomes, José Carlos Penchel e Frank Granado bateram altos papos-cabeça no Bar do Gilmar.

Por lá também, só que, à tarde, sempre a papear, a turma dos: Amílcar Rebouças, Daltinho Curzio e Flavinho Oliveira.

Eleitor está mais cínico, argumenta especialista
Os constantes e intermináveis escândalos de corrupção envolvendo políticos tornaram o eleitor mais cínico. A constatação é do publicitário, especialista em marketing político, Michelangelo Moura, que participa, no próximo final de semana, em Juiz de Fora, do 1º Seminário de Marketing Político da Zona da Mata. Ele considera que, cada vez mais, o eleitorado faz sua escolha por eliminação. “O eleitor fala para um candidato que vai escolhê-lo porque tem que escolher, mas deixa claro que não confia nele”. Mesmo com esse quadro de desconfiança e apatia em relação aos políticos, Michelangelo considera possível motivar o cidadão durante a campanha. “Difícil é, mas ainda é possível chegar ao coração do eleitor”.

O publicitário explica que, embora não saiba, o eleitor interfere e muito no dia-a-dia dos políticos. “Quando uma pessoa manda um e-mail para um deputado, ela pode pensar que é um ato isolado, mas, na maioria das vezes, não é. Outras pessoas podem ter usado o mesmo artifício. O deputado vai ter que rever sua posição”. No caso específico das eleições municipais, no entanto, Michelangelo avalia que o pragmatismo fala mais alto. “O cidadão está mais preocupado com as condições de sua rua ou do seu bairro do que com a questão ideológica”. Mesmo assim, ele pondera que as disputas municipais deste ano carregam um peso ideológico maior. “As pessoas estão mudando. É bom não subestimar o comportamento de quem vai às urnas”.

O caso do boicote ao pagamento do IPTU no Rio de Janeiro, segundo o publicitário, é um bom exemplo da mudança de atitude da população. “O prefeito (César Maia) parece não ter dado muita atenção, mas as finanças nos primeiros meses do ano foram afetadas, sim”. Isso não significa, entretanto, que as mudanças vão, necessariamente, se disseminar por todo o país. “É preciso respeitar as particularidades de cada município”. A questão do ônus e do bônus da reeleição, por exemplo, respeita as singularidades locais. No caso dos cariocas, avalia Michelangelo, o discurso da reeleição parece ter esgotado. “A regra da reeleição, porém, continua sendo a da máquina, que não pára. Isso dá uma visibilidade incrível para o prefeito candidato”.

Novas regras
Para Michelangelo, a proibição de “showmícios”, camisetas e brindes pode não ter o efeito desejado, se a proposta era mesmo reduzir gastos. Mesmo considerando que o corpo-a-corpo ganha uma “importância absurda” nesse contexto, o publicitário pondera que o uso de outras estratégias de marketing para compensar as limitações da Justiça devem encarecer a campanha. Entre as novidades apontadas por ele está a internet. (grifei). “O e-mail e o youtube terão uma importância muito grande nessas eleições. Em 2010, o impacto será ainda maior”. Michelangelo chama atenção também para as mensagem de texto nos aparelhos de telefone celular. “Como ainda não há uma legislação específica, as novas tecnologias serão usadas indiscriminadamente”.
Fonte: jornal Tribuna de Minas – 13/03/2008

Coluna nº 220

Atualização quinzenal

HABITACIONAL
O prefeito de Bicas, Honório de Oliveira meteu o jamegão, em BH, na documentação que servirá para a construção do Conjunto Habitacional “Joaquim Florentino de Souza”, homenagem póstuma ao Joca (Posto do Joca). A edificações, em parceria com a COHAB-MG, serão no “bairro” Cutieira.

A preocupação da administração 2005/2008 é com a implantação do projeto, para que ele não se torne um bairro sem infra-estrutura como é o caso do “Gilson Lamha” e do “Edgar Moreira”.

O novo empreendimento já nascerá com água, esgoto, energia elétrica e área de lazer.

LIBERADO
Encontra-se no cofre da Prefeitura de Bicas a primeira parcela da grana (cinqüenta e quatro mil reais) que vai propiciar a construção da esperadíssima Usina de Compostagem e Reciclagem de Lixo.

A obra tem a participação da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). O restante do dinheiro que dá aí um total de, mais ou menos, cento e sessenta reais.

SEMANA SANTA
De 16 a 30 de março, a Paróquia São José de Bicas celebrará São José e a Semana Santa, com intensa programação. Pegue o seu folheto na Matriz e participe!

FORMATURA
Ana Elisa Fernandes de Oliveira (filha de Rosina Maria Fernandes de Oliveira e Honório de Oliveira) colou grau, em Direito, pelas Faculdades Integradas Vianna Júnior.

NOVA DIRETORIA
Em solenidade concorrida, a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Bicas entrou em ação dia 21 de janeiro. É o derradeiro ano dos atuais vereadores.

Joelma Schetino Pereira (DEM), presidente; Maria Hudsonina Dias de Castro Sarto (PMDB), vice-presidente; Gilson de Souza Mattos (DEM), 1º secretário; Francisco Carlos Vicini (PTB), 2º secretário.

INTERNO DE GUARARÁ
Todos os domingos, a partir das 09h, tem futebol legal no Estádio Municipal Antero Rocha, em Guarará. Na fita, o segundo turno do Campeonato Interno de Futebol.

CONFERÊNCIA
Nos dias 14 e 15 de fevereiro, foi realizada a 1ª Conferência Regional da Juventude em Juiz de Fora, que contou com delegações de vários municípios da região da Zona da Mata.

Bicas marcou presença com os jovens Kaian Sabino Badoco, Larícia Maria da Silva Neves, Jaílson Luiz da Costa, Leiliane de Souza Carmo (Grêmio Estudantil da Escola Estadual Deputado Oliveira Souza) e Renan de Assis Ferreira (coordenador da Escola de Informática da Prefeitura), além de 17 jovens do Programa “Agente Jovem”, projeto do Governo Federal implantado pela Prefeitura através da Secretaria Municipal de Assistência Social, que participaram do evento como observadores tendo atuação destacada pela organização da Conferência. Sempre envolvido nas questões da juventude biquense, o vice-prefeito Amarildo Mayrink também fez parte da delegação, tendo participado da coordenação de uma das mesas de debates.

Na Conferência, temas de grande relevância para a juventude foram discutidos, aprovando propostas como elaboração de políticas municipais voltadas especialmente para os jovens, indicação de prioridades na atuação do poder público voltadas para a juventude, apresentação de subsídios para a estruturação do Sistema Nacional da Juventude, ampliação e fortalecimento do acesso da juventude aos mecanismos de participação popular.

Ao final dos debates, foram eleitos delegados os jovens Jaílson e Renan para representar o município de Bicas na Conferência Estadual da Juventude a ser realizada em Belo Horizonte, nos dias 11, 12, 13 e 14 de março, que se juntarão aos 28 delegados de Juiz de Fora e outros 26 delegados eleitos pelos demais municípios participantes da etapa regional. Junto com os delegados biquenses, o Vice-Prefeito Amarildo Mayrink também participará da Etapa Estadual como convidado especial, além do Secretário Municipal de Assistência Social Aloysio Barbosa Borges que pretende levar como observadores, alguns jovens que vem se destacando no programa “Agente Jovem”. É a juventude de Bicas marcando presença.

Começa plantio de mudas para produção de biodiesel na região
Começa a ser implementado, em março, o projeto de produção de biodiesel em Lima Duarte, a 65 quilômetros de Juiz de Fora. A primeira etapa do processo será o cultivo de 15 mil mudas de macaúba, oleaginosa escolhida como matéria-prima. O projeto, que já havia sido anunciado no ano passado, foi aprovado pelo estudo de viabilidade técnica e econômica desenvolvido por especialistas da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e apresentado no último domingo. A meta é atingir, a longo prazo, uma produção de 200 mil toneladas de óleo por ano, voltada para exportação. O investimento é do grupo espanhol Entaban.

Ainda este ano, devem ser preparadas outras 500 mil mudas, que servirão para a fase de testes da produção. Em 2011, será iniciada a construção da usina piloto, com capacidade para produzir quatro mil toneladas/ano. A expectativa é que as mudas de macaúba demorem cerca de quatro anos para atingir a maturação. Nesta etapa, depois de realizados os testes, serão construídas quatro usinas – em Lima Duarte e, possivelmente, em cidades vizinhas -, com capacidade de 50 mil toneladas/ano, somando 200 mil toneladas. O abastecimento destas usinas será feito por mais de seis milhões de mudas de macaúba, que devem ser plantadas na região com o apoio de produtores locais.

O grupo espanhol, responsável pelo projeto, não divulgou o total que será investido na implantação dos quatro módulos – que incluem as quatro usinas e as respectivas plantas para esmagamento. Segundo a empresa, os técnicos da UFV estão concluindo o orçamento, que será encaminhado à Europa para aprovação.

“Tudo começa com o projeto agrícola, porque sem matéria-prima não há indústria”, explica o presidente do grupo, Juan Lopez. Segundo ele, o grupo Entaban – um dos maiores produtores mundiais de biodiesel – estuda projetos similares em outras regiões do país, como Roraima e Mato Grosso. Na Zona da Mata mineira, os principais atrativos foram a logística, a existência de pequenos produtores e as facilidades de plantio.

A macaúba foi escolhida como matéria-prima por indicação dos técnicos da UFV. “Ela tem grande quantidade de óleo e cultura perene. Exige um investimento grande no início, mas depois produz por muito tempo, e o custo de manutenção é pequeno”, explica o gerente do Projeto Biodiesel da UFV, Carlos Alberto de Castro Miranda.

Arquivos
Categorias