Arquivo dezembro, 2006

Coluna nº 192

Atualização quinzenal

LIVRO
O escritor e jornalista Chicre Farhat, em comemoração ao seu aniversário de 80 anos, dia 05 de março de 2007, vai lançar mais um livro.

“Só ao vento fala” vai conter poesias e crônicas.

NOVO GERENTE
José Márcio Carrada, novo gerente do Banco do Brasil da agência de Bicas, está trabalhando e se comunicando bastante com todos os segmentos da cidade e região.

Carrada e sua simpática esposa Margarida Cristina – leitora assídua da Coluna – estiveram presentes em recente acontecimento social na AABB.

ENCONTRO
Vários biquenses e juiz-foranos se reúnem, há mais de 20 anos, nesta época de “boas festas”. Este ano, o encontro aconteceu no Bar Estação Grill, em JF.

São eles: Sérgio Tostes, Gibson de Souza Leite, Francisco Galil, José Américo Frade, José Maria Machado Veiga, Ronaldo Granato Matta, Marcus Moreira, Marcos Marcolino, Marco Antônio Lamha, Ronaldo Lamha e Lucas Vieira.

Clique: www.rosanaamaral.com.br

AMARELINHA
A Escola Amarelinha realizou, nos dias 15 e 16 de dezembro, a formatura dos alunos do terceiro período e quarta etapa, no Pallazzo Di Fiori. No evento, percebeu-se que a instituição trata seus alunos com muita dedicação e seriedade.

Além de um documentário exibido aos convidados, as turmas encenaram peças teatrais. No final da formatura do terceiro período, Papai Noel chegou alegrando a criançada.

Os novos adolescentes eram uma festa só, dançando com muita animação ao som dos estúdios do Pallazzo. Os pais, felizes, acompanhavam todos os detalhes do novo momento da vida de seus filhos.

Os formandos, a Escola Amarelinha e Bicas estão de parabéns. Mostraram que a cidade é pequena, mas tem como oferecer serviços qualificados de cidade grande.

ESCOLINHA
Quatro jovens da escolinha de futebol do Cruzeiro – famoso clube mineiro – em convênio com a prefeitura de Pequeri, seguiram para Belo Horizonte com recomendação especial de um supervisor.

Como o Cruzeiro é um clube que comumente vende suas grandes revelações, sugiro aos jovens das escolinhas cruzeirenses conveniadas, adotarem apelidos ou sobrenomes italianos e espanhóis.

É o caso do jovem Guarise de origem italiana. Os contratos na Itália e na Espanha podem render muito mais do que é possível imaginar. Daí!…
Fonte: jornal O Municipio – Julio C. Vanni

CORREIO ELETRÔNICO
Tudo bem contigo, cara?
Sempre leio a sua coluna e acho bem legal, cara… parabéns.
Não sei se é possível, mas tentar não custa nada. Faço parte da moderação de uma comunidade no orkut, chamada Mutirão Virtual, que tem como prosposta ajudar projetos sociais em nível nacional.

Estou te enviando anexo o release e, se tiver como algum dia colocar algo sobre a comunidade na sua coluna, seria bem legal.

Grato pela sua atenção.
Um grande abraço e desde já boas festas.
Noé Marcio Bastos Fonseca

RESPOSTA
Claro que é possível, meu prezado Noé… Aqui o “freguês” tem sempre razão. A seguir reproduzo na íntegra todo o texto que você me enviou a respeito do Mutirão Virtual.

Clique: www.prataautomoveis.com.br

MV — o virtual ajudando o real
Em 1º de dezembro de 2004, foi criada, no Orkut, atualmente a maior rede de relacionamentos da internet, a comunidade Mutirão Virtual (MV). A iniciativa tem o intuito de realizar doações mensais para ajudar projetos sociais sem fins lucrativos, os quais tenham a causa filantrópica como norte.

Com o objetivo de trazer um pouco de solidariedade ao “mundo virtual”, o MV traz uma proposta diferenciada e que estimula o internauta a explicitar sua responsabilidade social, colabora no combate à péssima distribuição de renda no Brasil, levando mais dignidade a pessoas carentes, e conscientiza sobre a importância do trabalho voluntariado e da inclusão social.

O MV se diferencia de outros sites, que também incentivam a solidariedade virtual, por se tratar de um fórum que proporciona uma relação mais próxima entre os seus membros e, inclusive, com os responsáveis pelas entidades e/ou instituições beneficiadas, uma vez que os mesmos têm que integrar a comunidade.

Devido a essa proximidade entre os integrantes, cria-se um comprometimento pessoal e habitual, o qual possibilita que nossas doações não sejam feitas por empresas que patrocinam sites, mas, sim, pelos próprios membros da comunidade.

Agenda/Funcionamento
O MV se orienta basicamente por dois tópicos fixos mensais, que se sobressaem sobre os demais criados de forma esporádica: no primeiro, realiza-se uma votação para eleger uma, entre no máximo três instituições, para receber os donativos. O segundo é diretamente ligado ao primeiro, pois é nele que são feitas as comprovações dos depósitos à entidade eleita.

Cada participante pode indicar um projeto social (pessoa jurídica), pelo qual se responsabiliza perante a comunidade, desde que a entidade possua um web site, para avaliação dos membros; trate-se de pessoa jurídica (CNPJ), com administração idônea; tenham conta em um banco de âmbito nacional, para que sejam realizados os depósitos; e apresentem à comunidade o total recebido em donativos e como será feita utilização desses recursos.

Essas indicações dão origem ao tópico de votação. Do dia 5 ao dia 15 de cada mês, os participantes avaliam os projetos e seus representantes, processo que define a instituição a receber as contribuições mensais no valor mínimo de R$ 10,10.

Eleito o projeto social, abre-se o tópico de comprovação. Do dia 20 ao dia 5 do mês seguinte, os integrantes do MV registram seus depósitos. Após esse período, os membros do Mutirão podem depositar normalmente, porém, esses valores não são computados no total arrecadado pelo projeto. As entidades precisam elaborar a declaração de arrecadação e o destino das verbas em um período de 10 dias após o vencimento do prazo para os depósitos.

O Mutirão Virtual, desde sua idealização, colaborou com 23 projetos sociais (até outubro de 2006), levantando um volume de R$ 22.399,00 (vinte e dois mil, trezentos e noventa e nove reais). Mais informações, o link das entidades beneficiadas e as respectivas declarações podem ser obtidos através do site http://planeta.terra.com.br/arte/Dumont/mutirao ou pelo telefone (21) 8742-4784, de Maria Cristina Dumont, ou Noé Marcio Bastos Fonseca (21) 8827-9086, um dos moderadores da comunidade.

CORREIO ELETRÔNICO I
Caro Zé Arnaldo,

É com satisfação que vejo a “eternização” do bom futebol nos pés do Abobrinha, do Marreco, do Nem, do Dim, do Luís Cláudio e, obviamente, desse competente colunista, além dos demais “craques” mencionados na coluna 191.

Craques, acima de tudo, na camaradagem.
Um “casamento” de tão longa duração é raro nos dias que correm.
Que essa festa continue, com muita bola e cerveja gelada, por muitos e muitos anos.

Um abraço,
Luciano Barbosa Borges

RETRIBUIÇÃO
Agradeço as mensagens de boas festas que recebi e retribuo com carinho, atenção e TDB.

Destaco, no entanto, os votos a mim enviados por Paulo José Ferreira da Fonseca, Ary Sérgio Fernandes Alhadas, Noé Marcio Bastos da Fonseca, Maida e Cezar Prata dos Santos.

Coluna nº 191

Atualização quinzenal

PROJETO
O vereador Gilson de Souza Mattos apresentou projeto para que a rua A, do bairro Edgard Moreira, receba a denominação de rua Fritz Granado.

Justa homenagem a um homem que prestou relevantes serviços não só a Bicas, como ao Brasil, retumbando nosso município e nosso país, internacionalmente.

Fritz Granado morreu dia 26 de junho deste ano, aos 73 anos, no Rio de Janeiro, para onde se mudou em 1955. Era jornalista (formado pela PUC, em 1966), cartunista e diagramador.

No Rio, trabalhou nos jornais Correio da Manhã, O Jornal, Diário do Comércio, Última Hora, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, O Globo, e, ainda, na revista Manchete.

Em São Paulo, no jornal O Estado de S. Paulo. Fora do país, em jornais da França, da Argentina, de Portugal e dos EUA.

FORMATURA
Nara Abdo Barreto (filha de Eliane Abdo Barreto e Antônio Carlos Barreto) formou-se, em Medicina, pela Faculdade de Medicina de Petrópolis, dia 07 de dezembro, às 18h, no Palácio Quitandinha.

HOMENAGEM
Walter Gomes de Oliveira, Promotor de Justiça, há 40 anos, e como titular em Cataguases, há 27 anos, foi homenageado, por esse tempão todo de serviços prestados à instituição, pelo staff do Ministério Público de Minas Gerais, sob a chefia do Procurador-Geral, Jarbas Soares Júnior.

Walter disse que a homenagem significa o coroamento de um trabalho que foi construído no dia-a-dia. Assumido como missão e que dá sentido à sua vida. Por isso, nem faz planos de se aposentar.

LIVRO
A família tá-que-tá. O irmão do Walter, empresário e professor, Alfeu Gomes de Oliveira Júnior, acabou de lançar o livro “Manual de Curativos”, que escreveu com seus colegas da Unipac, Telma Geovanini (Coordenadora do Curso de Enfermagem) e Tereza Palermo.

A obra tem o selo da Editora Corpus.

JORNADA
Aconteceu, dia 09 de dezembro, das 09h às 18h, no Hotel Serrano, em Juiz de Fora, a XIII Jornada do Ato Freudiano, com o tema “O Pai, o Desejo e a Escritura na Psicanálise”.

Destacar que o encerramento do encontro, às 17h30min, foi com a psicanalista Suréia Iásbeck de Oliveira. Muito elogiada, falou sobre “O Pai como operador estrutural”.

No convite, estava escrito o seguinte pensamento de J. Lacan (1963):

“Se Freud coloca no centro de sua doutrina o mito do pai, é claro que é em razão da inevitabilidade da questão. Não menos claro é o fato de que, se toda a teoria e práxis da psicanálise nos parecem atualmente em pane, é por não terem ousado, nesta questão, ir mais longe que Freud”.

FIM DA FERROVIA
Como muita gente fala bobagem em relação ao fim do transporte ferroviário, e Bicas baqueou com a extinção da RFFSA, devo esclarecer que:

“Quem liquidou e fechou deliberadamente nossas ferrovias, obedecendo à ordem americana de petróleo-autómovel-gasolina, executada pelo Geipot (Grupo Executivo de Integração da Política de Transportes), foi Juarez Távora (Viação) e Roberto Campos (Planejamento), no governo Castelo Branco.”

Assim escreveu o jornalista Sebastião Nery, no jornal Tribuna da Imprensa, de 07/11/2006.

BODAS DE OURO
No Pallazzo Di Fiori, dia 09 de dezembro, as famílias Alhadas e Schettini comemoraram Bodas de Ouro do casal, Maria Schettini Alhadas e José Uilton Alhadas.

Na foto, os filhos Rosa (com Álvaro), Miguel (com Rosário), Luiz (com Lúcia), Marcellus (com Carla), e os netos Bernardo, Lucas, Izabella, Rhayssa…

SANTA ISABEL
Pesaroso, registro o fechamento da cinqüentenária Massas Alimentícias Santa Isabel, vencida na luta diária contra os grandes fabricantes, tentando sua sobrevivência.

Aos irmãos Mattos restou a glória do bom combate, os louros inegáveis das vitórias conseguidas e, melhor ainda, a certeza de que não sobrou nem “massa falida”.

Nosso mais puro respeito àquela família de lutadores.
Luiz Ferrari Netto (Lulu)

ASSCOM E CEF
A Caixa Econômica Federal e a Confederação das Associações Comerciais de Brasil (CACB) assinaram convênio estabelecendo uma parceria para apoiar o desenvolvimento sócio-econômico de regiões e de empresas do País.

O convênio tem por objetivo a oferta de linhas de crédito e demais produtos e serviços bancários disponibilizados pela Caixa, observando a legislação bancária. As beneficiárias desta oferta são empresas filiadas a CACB e as Associações Comerciais.

A assinatura desse convênio mostra mais uma vez que a Asscom vem trabalhando para prestar aos seus associados um maior número de serviços, facilitando o acesso às informações e ajudando no melhor desempenho das empresas de nossa cidade.

Dessa maneira, a Associação Comercial de Bicas se coloca à disposição como Correspondente Bancário da Caixa. Para mais esclarecimentos, procure a Asscom.
Fonte: Informativo Asscom

CONFRATERNIZAÇÃO
No dia 03 de dezembro, as Farmácias Vitória e Central realizaram um almoço de confraternização para funcionários, amigos e familiares.

A festa, muito alegre, no Pallazzo Di Fiori, destacou-se pela visível satisfação de todos em participar dessa grande família.

PÓLO
Antecipando à inauguração do escritório da Gerência Regional de Saúde, Bicas começa a receber os municípios da microrregião para curso de capacitação.

A Secretaria de Saúde de Bicas não tem medido esforços para melhorar a qualidade de seus serviços e para trazer benefícios ao município.

Após a conquista da Central de Regulação e de um escritório da GRS na cidade, Bicas tem se destacado por ser pólo em diversos cursos oferecidos à Saúde.

No mais recente, o município recebeu nove outros municípios para uma capacitação que envolveu cerca de trinta pessoas que, por terem de ficar o dita inteiro na cidade, acabaram por almoçar em um dos restaurantes de Bicas, além de fazerem a cesta no comércio local.

Tudo isso só tem sido possível graças às parcerias feitas pela secretária Léa Castro. Para o referido curso, a secretária contou com a cessão da Central de Informática da EE Deputado Oliveira Souza, cujas dependências ainda nem foram inauguradas, mas que a diretora Rita Alhadas não fez questão de ceder.
Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

SÃO JOSÉ
Aí estão os formandos da 6ª série do Colégio São José…



DEBUTANTES

A “Turma da Pelada” debutou e, para comemorar, fechou o Fest Point e mandou ver. Tudo começou, na quadra da Guarda Mirim, passou por várias outras e, faz tempo, fixou-se na quadra do Crac, no bairro Granbery/JF.

Muitos caras entraram e saíram da turma, porém a essência ficou e deu no que deu: 15 anos de “craquismo” e muito show de futebol.

Dinho, Luís Cláudio, Vinícius, Thaís, Cláudia, Marreco, João, Abobrinha e o Chicão (este, acenando para o garçom não botar mais cerveja: mentiroso)…



Denise, Simone, Gisele, Eliane, Aloma, Maida e Salma…


Marize, Kalê, Nilton e Ana Cristina…

Rita do Chicão, Rita Gomes, Leda e PC…

Tupi treina em tempo integral em Bicas
A semana de pré-temporada do Tupi em Bicas teve ontem seu segundo dia de treinos em horário integral. Pela manhã, os trabalhos foram mais concentrados na preparação física dos atletas, sob o comando de Emílio Faro.

Depois de almoçarem em um restaurante local e descansarem em um hotel biquense, os jogadores retornaram ao campo do Leopoldina, onde o técnico Tita comandou um treino tático. O grupo foi dividido em dois. Uma parte foi formada por laterais e zagueiros, e outra, por volantes, meias e atacantes.

No primeiro trabalho, Tita colocou quatro defensores contra cinco atacantes, orientando seus marcadores o tempo inteiro. O comandante carijó demonstrou preferência pela marcação por zona e a diminuição dos espaços dos atacantes. “Ninguém tem que acompanhar ninguém! Encurtem o campo”, orientava o treinador. A seguir, com o gramado reduzido pela metade, o técnico determinou um treino de ataque contra a defesa, exigindo muita movimentação dos atacantes.

O meia Hagamenon, recém-recuperado de uma operação no joelho esquerdo, começou ontem seu processo de recondicionamento físico e fez exercícios ao lado do campo.
Fonte: jornal Tribuna de Minas – 13/12/2006

Arquivos
Categorias