Arquivo junho, 2006

Coluna nº 180

Atualização quinzenal

EXPOSIÇÃO 2006
A trigésima sexta Exposição Agropecuária e Industrial de Bicas está confirmadíssima, de 21 a 30 de julho, com shows regionais durante toda a festa.

De 21 a 26 e no dia 30, o acesso ao Parque Francisco Retto Filho é gratuito. Para os shows de repercussão nacional (27, 28 e 29), os ingressos e passaportes, antecipados e com desconto, encontram-se à venda nos seguintes locais:

Bicas (Click Eletro e Birô da Expô, na praça Raul Soares)… Juiz de Fora (Lojas Caricatura e Click Eletro)… São João Nepomuceno (Click Eletro)… Mar de Espanha (Lan House Giga Byte).

VAVÁ
Dia 26 de junho, quarta-feira…

DANIEL
Dia 27 de junho, quinta-feira…

JAMMIL E UMA NOITES
Dia 28 de junho, sexta-feira…

ENGENHEIROS DO HAWAII
Dia 29 de junho, sábado…

TOSCANA BUFFET
Bicas e região contam com mais um grandioso e impecável serviço de comes e bebes comandado pelos empresários Cleusa Calil e Julinho Sales.

O Toscana Buffet já fez festa e agradou geral. O lançamento formal do empreendimento ocorreu no aniversário do sr. Jurandir, pai do Julinho.

O contato pode ser feito pelo telefone 3271-2123 ou, pessoalmente, no Restaurante e Pizzaria A Toscana.

AUDIÊNCIA
O prefeito e seu secretariado foram convidados e compareceram à primeira audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Bicas.

O chefe do executivo e assessores sabatinaram sobre suas ações no comando do município e se deram bem, recebendo elogios dos vereadores “oposicionistas” José Cúgola e Geraldo Magela Longo dos Santos.

DOAÇÃO
Fez bem o Colégio São José, ao promover “Doação de Sangue” para o Hemominas (JF), durante todo o sábado, 24 de junho. Galera respondeu “sim” e a fila andou.

COPA DO MUNDO
Maida e Cezar Prata dos Santos estão na Alemanha, curtindo a fase decisiva da Copa 2006.

CASAMENTO
Elise (filha de Elizabeth e José Maria Croce) e Robert (filho de Regina Maria e Roberto de Assis Duarte) casaram-se, dia 06 de maio, na Igreja Matriz São José de Bicas.

FEIRA CULTURAL
De novo, mantendo a tradição, a EE Deputado Oliveira Souza promoveu, com êxito, mais uma edição de sua Feira Cultural, dias 23, 24 e 25 de junho.

REAL BIQUENSE
O GRES Real Biquense elegeu a nova diretoria para o biênio 2006/2008: primeiro presidente, Francisco Carlos Filho (Branco); segundo presidente, Edemir Cremonezi; terceira presidente, Cleidia Maria Silva Pires…

Primeira secretária, Rita de Cássia Ferreira Jorge Fonseca; segundo secretário, Paulo Renato Gomes (Nescau); primeiro tesoureiro, Paulo Nunes; segundo tesoureiro, José Luiz Neves dos Reis (Lelé) e presidente de honra, José Cúgola.

HV
O GRES HV também está movimentando… Dia 03 de junho realizou animada festa junina, com a dupla Zé Heleno e Roberto.

Dia 11 de junho, o pessoal simpático à verde e rosa almoçou rodízio de carnes etc.

D’ANESTIS NO CIRCUITO
Quem chegou da Suíça para mais uma temporada de produção artística em seu atelier, na serra de Ibitipoca, foi D’anestis David. Em outubro, ele vai expor em St. Paul de Vance, famoso centro de artes na região de Nice, a convite do marchand Christian Mermoud, da AG Gallery.

D’anestis comentava, ontem, com CR sobre o favoritismo da seleção brasileira entre os europeus, que têm grande admiração pelo futebol de Ronaldinho Gaúcho.

A propósito, durante os dias em que a seleção brasileira permaneceu em Weggis, na Suíça, uma das intérpretes era a biquense Fernanda Farhat Piccand, prima de D’anestis e de Valéria Farhat Giannini.
Fonte: jornal Tribuna de Minas – Coluna Cesar Romero

CADEIRANTES I
Na quinta feira, 08 de junho, o Pallazzo Di Fiori foi palco de uma belíssima noite de espetáculo, quando a Escola Municipal Coronel Joaquim José de Souza apresentou o resultado do Projeto “A inclusão faz a diferença”, elaborado pelas professoras Jane Durão e Eva Esteves.

O Coral Vicente Rossi, composto pelos alunos da oitava série da escola, regido pelo professor Vicente Rossi apresentou-se brilhantemente cantando músicas folclóricas…

Logo em seguida, a menina Áurea, com sua dança alegre e com muita espontaneidade, deu uma grande demonstração pública de que a inclusão é urgente.

Finalmente o Grupo Roda Vida, cujos membros são exímios dançarinos, deram testemunho de ânimo, esperança e coragem com seu contagiante carisma. O grupo faz parte da FUNAD – Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência. Vieram de Joãoo Pessoa – Paraíba, diretamente para Bicas, atendendo ao convite da Escola Coronel Souza, sob o apoio da Prefeitura.

Com duas dançarinas e três dançarinos portadores de deficiência física, vieram para derrubar as barreiras do preconceito contra aqueles que são considerados “diferentes” da sociedade. Eles deram uma demonstração de que o deficiente também tem habilidades e capacidade para se integrarem à sociedade.

Eles levaram a platéia ao delírio dançando com desenvoltura e técnica, mesmo estando em cadeiras de roda. Dois deles são campeões de basquete em cadeira de roda e um é campeão nacional de dança em cadeira de roda, inclusive, atuou na novela “América”, da Rede Globo.

Embora as mudanças sejam demoradas e trabalhosas, é urgente que a inclusão aconteça para que milhares de pessoas portadores de deficiência sejam aceitas e integradas na sociedade com respeito e dignidade que têm direito.

Mais uma vez o Pallazzo Di Fiori abre suas portas para sediar e apoiar um grande evento cultural em nossa cidade!
Professora Vera Rossi

CADEIRANTES II
Arrematando a nota da professora Vera Rossi, digo que as dançarinas chamam-se Danielle e Luciene. Valdir, Ivan e Valdemir são os dançarinos cadeirantes. A trupe é dirigia por Jorge Maquieira… Todos pessoenses…

SUAS
O Secretário de Assistência Social de Bicas, Aloysio Borges (Loro), representando os municípios de Pequeno Porte I (NOB-SUAS), das Regiões Zona da Mata e Vertentes, esteve em Juiz de Fora, como palestrante, em evento organizado pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

O encontro teve como objetivo debater os desafios para a implantação do SUAS – Sistema Único da Assistência Social – nos municípios dessas regiões e o Secretário compôs a mesa de debates ao lado de Marcelo Gaio, representando Juiz de Fora, e de Eveline Amaral, representando Muriaé, além do mediador dos debates, o Deputado Estadual Biel Rocha (PT/MG).

Em sua palestra, Loro ressaltou as dificuldades financeiras que os municípios de pequeno porte atravessam para a implantação do SUAS.

“Bicas, hoje, sobrevive na Assistência Social apenas dos convênios com o Governo Federal. Todas as ações na área são desenvolvidas com muitas dificuldades, porque o município não dispõe de recursos próprios para investir, disponibilizando apenas das contrapartidas obrigatórias nos convênios. Já o Governo do Estado, que deveria co-financiar as ações na área, não investiu nenhum real em Bicas, durante o ano de 2005 e, pelo visto, também não investirá em 2006.” – disse o Secretário.

Além das dificuldades financeiras, o Secretário alertou para os problemas com estrutura física e os equipamentos para o desenvolvimento dos trabalhos, já que, com os recursos dos convênios, não se pode adquirir material permanente.

“Estamos com sérias dificuldades para equipar adequadamente o CRAS, já que, no final do mandato anterior, os equipamentos adquiridos com recursos do Governo Federal para implantação do PAIF – Programa de Atenção Integral à Família – foram doados ao Lactário e agora não é possível utilizar os recursos para reequipá-lo.”

Durante a sua palestra, o Secretário solicitou aos municípios de pequeno porte que se empenhem junto aos seus deputados na luta por conquistar na forma da lei garantias de aplicação de recursos na Assistência Social.

”Na última Conferência Nacional da Assistência Social foi deliberado que se deveria tornar obrigatória a aplicação de 5% dos Orçamentos da União, dos estados e dos municípios na Assistência Social. Portanto, todos os municípios, principalmente os de Pequeno Porte I e II, devem cobrar dos parlamentares para que isso se torne realidade. Só assim a Assistência Social se tornará uma política pública de estado no Brasil.”
Fonte: Secretaria Municipal de Assistência Social

Coluna nº 179

Atualização quinzenal

LABUTA
O magistrado aposentado, jurista, professor e escritor, Jorge Franklin Alves Felipe, está trabalhando sobremaneira.

São muitas consultas, pareceres, causas, aulas, palestras… Enfim… E, ainda por cima, advoga 0800 para “este que vos fala”.

Qualquer coisa, o escritório do mestre fica na av. Rio Branco n. 2679/sétimo andar, Juiz de Fora, fone: 3232-6388.

ATIRANDO
O prefeito Honório de Oliveira está atirando para todos os lados, quando se trata de “pegar algum” para beneficiar o município de Bicas.

A bola da vez é o deputado estadual Jésus Lima (PT), que facilitou convênios para dar uma sacudida no bairro Edgard Moreira, principalmente no que tange ao calçamento.

Jésus, ainda, tem dado uma força ao Circuito Turístico Recanto dos Barões, por causa do seu bom relacionamento com o presidente Paulo César Leocádio (Siri).

CORREIO ELETRÔNICO
Recebi e-mail do Frederico de Castro, residente em Ipatinga (MG).

Agradecendo as suas dicas e observações, pulo para a segunda parte da carta, respondendo-lhe que, infelizmente, desconheço outro site biquense atualizado periodicamente.

LEI
De repente, deparo-me com a Lei Municipal 1253/2006, que “Dispõe sobre a inspeção sanitária e industrial dos produtos de origem animal e vegetal no município de Bicas e dá outras providências”.

Difícil de pegar, ainda mais… Vai que tem “cumpanheiro” na parada.

EXPÔ/2006
A Exposição Agropecuária de Bicas começa dia 21 e termina, em 30 de julho.

As principais atrações musicais são: Vavá, dia 26; Daniel, dia 27; Jamil e Uma Noites, dia 28; Engenheiros do Havaí, dia 29.

JOSÉ MARIA
Ecoa na comunidade as comemorações pelos 90 anos do jornal O Município.

Vou mandar para o ar os dizeres da placa que Bertoldo Machado Veiga entregou a seu irmão, José Maria:

“O Município traz consigo a saga do nome José Maria. / E você José Maria Machado Veiga, o vem conduzindo há anos, honrando nosso pai José Maria Veiga e enchendo de orgulho a família Machado Veiga. / Parabéns pelos 90 anos de O Município. / Bicas, 29 de abril de 2006.”

NOVA SECRETÁRIA
A ativa Léa Alves de Castro é a nova Secretária de Saúde de Bicas.

Por isso, ela disse:

“Embora reconheça que a Saúde Pública no Brasil seja deficitária e imponha uma série de problemas, muitas vezes sem solução, acredito que muitos desafios podem ser vencidos com dedicação, empenho e, acima de tudo, humanização.”

FORMATURAS
Amanda Stersa (filha de Maria Luiza e Geraldo Stersa) formou-se em Administração de Empresas, pelo Centro Universitário de Barra Mansa.

Luciano Maurício Matioli (filho de Maria Inês e Lúcio José Matioli) formou-se em Direito, pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

CONSTITUIÇÃO
Num papo sobre a Constituição de 1988, a advogada Aidê Galil opinou:

“A justiça é lenta, mas isso acontece por causa da grande quantidade de pedidos e reivindicações. Ao contrário da época da ditadura, pelo menos temos direitos a reivindicar”.

CONDECORAÇÃO
Dia 09 de junho, no Palácio do Planalto, o biquense Adalberto Martins (Betinho), filho da professora Beth e do comerciante Pequira, foi condecorado pelo presidente Lula e pelo ministro da cultura, Gilberto Gil.

Concorrendo com alunos de sétima e oitava séries, o bambambã recebeu a terceira maior nota do Brasil nas Olimpíadas de Matemática.

CASAMENTO
Com a presença do Foto Adelson, Talita (filha de Adelaide Barizon) e Wesley (filho de Ednéia Duin Leite e Antônio Decoló Leite), casaram-se, dia 27 de maio, às 20h, na Igreja Matriz São José…

O casamento mexeu com a cidade, de ponta a ponta, desce sexta-feira, dia 26 de maio, quando o Martha’s Buffet serviu delicioso jantar, na sede do Esporte CB.

Em dado momento da celebração, padre Cássio pediu aos noivos que olhassem para trás e vissem a igreja lotada. Eram pessoas que foram levar “consideração especial” ao casal. O pároco disse que nunca viu a matriz tão cheia, em todos esses anos que está em Bicas….

Depois da cerimônia religiosa, pra completar, a dupla recepcionou, com bolo e bombons, novamente, nos salões do baeta.

PENCHEL
Mais um leitor grudado na Coluna do Zé Arnaldo na internet. Trata-se de Ricardo de Almeida Penchel (filho de Ozana e Antônio Penchel).

Ele acessa de Angra dos Reis, onde é o Encarregado de Manutenção Mecânica – Gerência de Manutenção de Angra 2.

LEOPOLDINA CAMPEÃO!
O Leopoldina de Bicas conquistou, ontem, o título do Campeonato PANORAMA de Futebol Regional 2007. Derrotou o Laranjal por 1 a 0 na casa do adversário. Os campeões, que já haviam vencido a primeira partida em casa, pelo mesmo placar, precisavam de apenas um empate para conquistar o título. O Laranjal entrou em campo precisando de uma vitória a fim de levar a disputa para os pênaltis.

No primeiro tempo, ambas as equipes tiveram boas oportunidades, mas ninguém conseguiu marcar.

O segundo tempo começou morno. O Laranjal foi para cima tentando abrir o placar. O Leopoldina não se intimidou e começou a aproveitar os contra ataques. Aos 26 minutos, André marcou e confirmou o título para o Leopoldina.

O Campeonato teve início em março e reuniu 16 equipes da Zona da Mata, Mantiqueira e Vertentes. Participaram da competição: Juventude Beira-Rio, Leopoldina, Miraí, Laranjal, Sete de Setembro, Figueirense, Guarará, Operário de São João Nepomuceno, Vila do Carmo, Social, Tupi, Descoberto, São José do Triunfo, Operário de Cataguases, Olympic e Montanhês.
Fonte: jornal Panorama, de 05/06/2006

MELHORIAS SANITÁRIAS
No dia 11 de maio, a Secretaria de Saúde recebeu a visita do engenheiro sanitarista da Funasa para fazer análise das casas relacionadas pela equipe de assistentes sociais do município, que indicaram 20 famílias para serem assistidas pelo projeto “Melhorias Sanitárias Domiciliares”.

Dentre as casas analisadas, treze foram contempladas e Bicas receberá quarenta e um mil, quatrocentos e vinte e dois reais para a construção e reforma de banheiros.

Além da aprovação do engenheiro, o projeto precisou da aprovação do Conselho Municipal de Saúde que deu parecer favorável a uma iniciativa que só vem beneficiar a população.
Fonte: Secretaria de Saúde de Bicas

LISTA TELEFÔNICA
Apesar de gratuita, a lista telefônica em uso não atende as básicas necessidades do consumidor que pretende fazer ligações para Maripá de Minas e Guarará, cidades próximas, com as quais temos estreita ligação de relacionamento.

Quem precisa saber de um telefone daquelas cidades tem que utilizar o famoso e caro 102, que cobra uma alta tarifa para informar e que, na maioria, a voz mecânica e virtual de quem informa não tem a sensibilidade de atender as explicações de quem recorre àquele serviço.

Com letra pequena e quase invisível, a lista telefônica está longe de ser aquele instrumento de manuseio diário e constante como era em tempos anteriores à privatização.
Fonte: jornal O Regional – Paulo Rossi

Arquivos
Categorias