Arquivo abril, 2006

Coluna nº 176

Atualização quinzenal

NOVO FÓRUM
Está fechado o negócio com a Imobiliária Alto das Brisas (gerenciada por Geraldo Magela de Sousa Ramos).

A Prefeitura adquiriu um terreno de 2.400 m2, ao lado da EM Mário Bianco Gianinni, na rua prefeito Edson de Souza, e lá, será construído, pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o novo Fórum da comarca, que deve receber três varas judiciais.

Pra compensar, o prédio da rua d. Ana, do TJMG, passa para o nome da prefeitura.

Na parada, destaca-se a pertinácia da juíza titular, Maria Cristina de Souza Trúlio.

MOTOS
O Encontro de Motocicletas que iria ser rodado, dias 15 e 16 de abril foi adiado, talvez para outubro, informou-me o Artur Loureiro.

CASAMENTO
Marcelle (filha de Maria da Penha / Haroldo Moreira Mendes) e André (filho de Sônia Maria e Ailton Machado) casaram-se, dia 18 de março, no Esporte Clube Biquense.

SALGADO
A Fundação Ezequiel Dias encontrou cocô em uma das amostras recolhidas em uma lanchonete do centro de Bicas.

VESTIBULANDO
Felipe Abdo Jorge, filho de Margareth e do médico Waldir Ribeiro Jorge, foi aprovado em nono lugar no vestibular de medicina (PISM), da UFJF.

MORADA
Bicas ganhou mais uma entidade filantrópica, a Morada do Caminho, que vai cuidar de adolescentes desassistidos. A meninada aprenderá alguma profissão, noções de civismo e fraternidade cristã, além de praticar esportes, na recente quadra inaugurada pelo governo municipal, no bairro Saracura.

Para tanto, a prefeitura doou o terreno, localizado no mesmo bairro… O engenheiro Jaime Teixeira de Oliveira ministrará cursos de pedreiro… A professora Ernestina Medeiros aplicará noções de bordado ponto de cruz… E, assim vai…

FORMATURAS
Marcelle Andrade Machado, filha de Cristina e Douglas de Castro Machado, em Psicologia, pela Universidade Paulista – Campus Brasília.

Caroline Salomão, filha de Luzia e Said Salomão, em Fisioterapia, pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Paulo Roberto Silva Carvalho, filho de Lúcia e Paulo Roberto Carvalho, em Engenharia Mecânica, pela Universidade Católica de Petrópolis.

Luana Maroco Amorim, filha de Regina e Wallace Lamha Amorim, em Odontologia, pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

NOVO CORAL
Em ato cívico realizado dia 08 de abril, a EM Coronel Souza, lançou um novo coral, que leva o nome do músico “Vicente Rossi” (foto).

Merecida homenagem ao professor. Um exemplo de vida. Um homem que, ao longo dos seus bem vividos 89 anos, vem prestando eficientes serviços à comunidade.

CORREIO ELETRÔNICO
Nasci em JF, mas fui criada nessa cidade. Já morei em vários lugares: Juiz de Fora, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, mas, continuo preferindo BICAS.Contudo, penso como pode uma cidade pequena e pacata, de pessoas amigas, de praças floridas, ser tão barulhenta!!!!

Não há quem agüente. São tantos carros de som que, acaba de passar um, e lá vem o outro. Não conseguimos nem falar ao telefone quando os carros passam, tão alto o volume.

E os foguetes, então!!!!!!! Acorda a todos, sem dó nem piedade. Pobre das pessoas idosas que dormem cedo ou dos bebês, que acordam assustados e com medo. E pobre também das mães para acalmar as crianças….

Para que tantos foguetes? Quando há uma festa, exposição, carnaval, tudo bem; mas no dia a dia, fica impossível tolerar!

E a quem devemos reclamar? Seremos ouvidos? Como sempre, acho que não. Não seremos ouvidos nunca. Esta mensagem só serve como um desabafo…Obrigada,
Elisa Barros de Morais – elisabm@powerline.com.br

CINEMA
A Tribuna de Minas (repórter Maria Judith Possani), publicou, na edição de 23 e 24 de abril, a matéria “Cinemas do interior: prova de resistência”. Assim sucedendo, tudo que se lê daqui pra frente, nesta nota, é de responsabilidade do jornal juiz-forano…

Mais próximo a Juiz de Fora, Bicas se orgulha do cinema recém-inaugurado em janeiro. O Secretário de Cultura, Alex Mendes, comemora o sucesso do Fama Cine Teatro. “O cinema de Bicas funciona de terça a domingo, com casa lotada nos finais de semana, quando vem gente de São João Nepomuceno, Mar de Espanha e Pequeri”, diz Alex. Embora o secretário vibre com a novidade e apóie a empreitada, precisou de “coragem” da iniciativa privada para que a cidade de 14 mil habitantes voltasse a ter cinema, depois de duas décadas do fechamento do Cine São José, que funcionou por meio século.

“A cada mês, a freqüência aumenta, mas não posso dizer que os 120 lugares lotam. Não é um bom negócio em termos de investimento. Abrimos o cinema por amor, mas temos outras fontes de renda”, afirma Emerson de Oliveira Faria, um dos membros da família proprietária do Fama Cine Teatro. Para movimentar o espaço, os donos promovem teatro e também pretendem levar shows ao local, que exibe, geralmente, um filme por semana. Excepcionalmente, “Se eu fosse você” já vai para a terceira semana em cartaz, situação que se repete nas cidades vizinhas, como Leopoldina.

DENILSON, RICARDO & SUZANA
A empolgação – principalmente do Denílson – foi o “carimbo” em destaque no excelente som levado no Pallazzo Di Fiori, dia 22 de abril, às 22h, pelo trio Suzana Lamha (violão e voz), Ricardo Lamha (violão – “só no solo”) e Denílson Venturelli (violão, cavaquinho e voz).

A bonita arrumação e iluminação do palco…

Tê do Cavaco, dr. Beto e sua esposa Zeneida prestigiando o espetáculo…

PROSSEGUINDO…
Vinte e cinco apuradas músicas brasileiras de várias gerações compuseram o atraente “cardápio” da noite.
Antes do show recebi, dos três artistas, a seguinte…

CORRESPONDÊNCIA
O povo biquense tem uma grande inclinação cultural. Estamos carentes, infelizmente, mas ainda muitos sensíveis, naturalmente inclinados ao saber. Uma grande curiosidade natural. É a curiosidade dos tímidos e reservados, que é sempre a mais penetrante e que não se contenta nunca com o que se sabe. Dedicamos, com amor, a tudo que seja obra da cultura.

O projeto musical Suzana Lamha, Ricardo Lamha e Denílson Venturelli, com o apoio de Ricardo Rossi – Pallazzo Di Fiori, veio juntar a simplicidade com sofisticação e levar aos ouvidos do povo biquense a música brasileira com tempero bem caseiro.

Tudo aconteceu meio que de improviso (uma característica do mineiro – e os biquenses não poderiam ficar de fora). A partir de uma conversa, marcamos apenas um encontro, definimos data, estrutura e formatação do projeto.

Hoje, estamos nós ansiosos com esse trabalho que, apesar da simplicidade, representa o que há de mais significativo em nosso esforço cultural. Temos um carinho especial a você, Zé Arnaldo, que nos prestigia.

Em Bicas, tudo que é bom vive mais ou menos oculto. Esse é o primeiro de muitos passos que, com certeza, iremos dar em prol da arte e da cultura de Bicas, preservando a conversa ao pé do ouvido, as lembranças das Taboas e dos nossos grandes artistas.
Um abraço, Denilson Venturelli, Ricardo Lamha, Suzana Lamha e Ricardo Rossi

MÚSICA ESPÍRITA
Dia 08 de abril, os espíritas cantaram no III Festival de Música Espírita, realizado no Pallazzo Di Fiori, sob a coordenação da Aliança Municipal Espírita de Bicas e Sub-Região.

Uma noite marcada por belíssimas canções. Apresentaram-se: Délcio e Lourdinha, Yvanise Gávio e Heda, Celso Montezano, Nelmar e Raphael, Alcides Oliveira (JF), Grupo Mocidade Verde e Vida (Maripá), Érica Ribeiro (Bicas), Grupo Caminho (Ubá), Luiz Carlos Soranço (Bicas) e Coral Mensagem (Santos Dumont).

Um panorama do salão, durante o festival…

Coral Mensagem, da cidade de Santos Dumont…

Coral Caminho, da cidade de Ubá…

PENSAMENTO
“Trata um homem de acordo com o que ele é, e ele continuará na mesma; trata-o de acordo com o que ele pode e deve ser, e ele converter-se-á no que pode e deve ser” – Autor por mim desconhecido.

Coluna nº 175

Atualização quinzenal

IEDI
Dos 853 municípios de Minas Gerais, o que mais gasta pra manter prefeitos, vereadores, secretários e cargos de confiança é Engenheiro Navarro, com 60%.

A pesquisa, que posiciona Bicas em terceiro lugar, com 7,3%, é do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial.

Na frente estão, em primeiro lugar, o município de Córrego do Bom Jesus (4,8%) e, em segundo, Leandro Ferreira.

NÃO PÁRA…
O leva-leva no Bar do Gilmar não pára: É “Frango à passarinho” pra cá… É “Torresmo com mandioca” pra lá… É “Batata frita” pra acolá… E assim passam-se os dias, sem cessar.

LEITORES
Num país onde se lê pouco, de repente, a internet puxa pessoas a esse hábito, por causa do colorido, dos mexe-mexes e de outras atrações da tela. Sem contar a notícia em tempo real.

Na “onda do birimbau” está a Coluna do Zé Arnaldo que, a cada dia, é mais visitada, não só no Brasil, como em todo o mundo.

Os acessos do exterior são, tipo: Estados Unidos da América, União Européia (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Grã-Bretanhã [Inglaterra, Escócia e País de Gales], Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Portugal e Suécia), Tailândia, Canadá, China, Portugal, Taiwan, Coréia, Polônia, Austrália, Andorra…

Estou satisfeito e gratificado!… Obrigado “bateria”!

AFTOSA
Bom… Com o passar do mês de março, todos os bovinos foram vacinados contra a febre aftosa.

Informou o médico-veterinário, Chefe do Escritório do IMA em Bicas, Dilermano Tenório da Silva Filho.

TURISMO
Dalyara, filha de Lucimar e Irineu Dias de Matos, conquistou o primeiro lugar em Turismo, no Colégio Técnico Universitário, da UFJF.

CASAMENTO
Dia 31 de março, no Pallazzo Di Fiori, casaram-se, Luciene (filha de Reny Lamim Vasconcelos) e Renan (de Rio Bonito, RJ)…

MEDICINA
Augusto, filho de Rita Padula e Antônio Augusto Pinho Vieira, passou no vestibular de medicina, da UFJF.

MUSA
A biquense de coração Aline Mota venceu o concurso “Musa da TV Alterosa”, de Juiz de Fora, com 39% dos votos, divulgando a cidade por toda Minas Gerais.

VEREADORES
José Cúgola quer ajardinar a área externa, em frente a entrada do Hospital São José… Joelma Schettino Pereira quer mais segurança para a população e para o patrimônio público, no período de carnaval… Francisco Carlos Vicini quer que a prefeitura compre a fazenda do espólio de Gentil Corrêa de Almeida… Cláudio Silva quer adiantar o pagamento do funcionalismo municipal… Jorge Luiz Ribeiro quer que a prefeitura crie um curso pré-vestibular para estudantes carentes…

FIM DE FÉRIAS
Dia 02 de abril, Graziela Sarto, voou para o México. Fim de férias.

Enquanto esteve por aqui, fez a campanha da Verde Menta, em Juiz de Fora.

No exterior, a modelo internacional biquense, é contratada da Agência Essenza.

ESTADUAL
A Escola Estadual Deputado Oliveira Souza já tem 40 anos, véi!

E… em 2006, está pondo em prática a promessa que fez ano passado: muito trabalho, onde o empenho está voltado para o fim das diferenças.

O “Estadual” decidiu por uma metodologia diferenciada, que contribui para um mundo melhor.

ARTISTA
O aplaudido artista biquense D’Anestis, projetado em Juiz de Fora, inaugurou outra exposição na Europa.

Dia 01 de abril, o homem expôs novos trabalhos na Galerie Zabbene, na cidade de Vevey, Suiça.

PERFIL
Uma pesquisa da Universidade Federal de Juiz de Fora levantou o perfil da população de Pequeri e concluiu que 70 por cento dos atuais habitantes do município não têm raízes no lugar. Isto me levou a uma reflexão para buscar uma resposta a respeito do que estaria acontecendo, uma vez que a população tem aumentado muito.

E na perquirição social, cheguei a uma dura realidade. Tudo mudou nos vinte ou trinta anos, sem a gente perceber. Muitas famílias tradicionais migram na busca de oportunidades para os filhos, outras estão em extinção porque não têm varões como descendentes.

Não mais existem em Pequeri as famílias Belfort Arantes, Campos, Velloso, Dutra de Morais, Fialho, Matta, Garcia Ribeiro, Emílio Ferreira, Pereira de Castro, Pereira Alvim, Oliveira Costa, Germano de Morais etc, enquanto outras estão em extinção, como as famílias Guarise, Vanni, Flora, Pires de Mendonça, Magri, Machado, Côrtes, Coelho, Micheli, Marchetti, Gardingo, Pimenta Alves, Cirilo, Pessoa Bastos, Tostes, Martins etc, principalmente a Granato, que já foi a mais numerosa da região.

Atualmente, as famílias mais numerosas do lugar são: Callegari, Fávero e Salles de Almeida, mesmo assim, já bem reduzidas. Há quem garanta que em Bicas e nas outras cidades da região, o fenômeno social é o mesmo.
Fonte: jornal O Município – Julio C. Vanni

PRATA AUTOMÓVEIS
A Prata Automóveis “procriou” de novo, ao inaugurar, dia 07 de abril, às 20h30min, a quarta loja do grupo, na rua Dom Silvério n. 148, Alto dos Passos, Juiz de Fora.

Muitos biquenses compareceram ao coquetel servido por Martha’s Buffet, ao som de Guilherme Tecladista.

FOTOS
Maida, Cezar e os filhos Mateus, Cesinha e Marcelo…

Vinícius Banhato (Grupo Rezato) e Cezar Prata…

Ronaldo Miana, Juliane, Vanessa e Guilherme…

Rita Padula, Toninho, Maida, Cezar, Tanide e Marilda…

Cezar, Maida, Ormando Gouvêa e Emília…

Nevito e Vavá Ferrari…

Maria, Maida, Cezar e Jorge Franklin…

Flavinho Oliveira, Aurinha, Roberto Brás, Cezar, Maida, Milton Alhadas e Celita…

Funcionários da Prata Automóveis…

Marcelo Faria, Angelina, Cezar e Maida…

Cláudia, Luciano Galil, Cezar e Maida…

Ilda, Cezar Magalhães, Cezar, Maida e Luís Cláudio Alhadas…

José Luiz Loures, Marta, Cezar e Maida…

Rosália, Maida, Cezar, seu pai Agostinho Alves dos Santos, e sua irmã Marília Santos…

PRATA AUTOMÓVEIS – LOJA IV
Ter inaugurado uma quarta loja da Prata Automóveis parece até brincadeira…

Quem poderia imaginar que aquele menino, ajudante de seu pai no bar perto da antiga rodoviária, na av. Getúlio Vargas, em Juiz de Fora… que um dia já foi o dono da noite de Bicas e região, com O Espigão… resolveu ser técnico em agronomia pela Escola de Rio Pomba e já foi dono de máquinas de “Pimba!” chegaria nesse patamar?

Quem prestasse atenção, saberia que o seu destino era de um homem empreendedor, um cara que gosta de desafios e que, nas dificuldades, consegue sobreviver e sair fortalecido.

De que adianta ter dinheiro e não ter atitude, não saber ousar, correr riscos e poder perder tudo num dia e, no outro, começar tudo de novo.

O grande vencedor tem que ter carisma, e isso o Cezar tem. Tem que ter todos os detalhes na cabeça, e isso o Cezar tem. E o principal… é arrojado.

Quem teria coragem de comprar um pedaço de pasto, por 10 de 500 que, hoje, só de visual vale muito mais. O Cezar teve.

Quem é tão bom vendedor de carros que hipnotiza o comprador com argumentos do tipo: esse é o carro, tem chave reserva, manual no porta-luvas, estepe que nunca rodou e, a melhor de todas: até o ar do estepe é de fábrica.

Quem em sã consciência, no Brasil do Collor, compraria um terreno na Av. Rio Branco, em Juiz de Fora, pra montar uma loja de carros usados, ainda mais em uma cidade com várias lojas do mesmo ramo? O Cezar, obstinado, foi lá e fez, em tempo recorde.

São João Nepomuceno perdeu sua concessionária Volks e, de repente, vem o Cezar e compra outro terreno, numa das áreas mais valorizadas de São João e monta outra grande loja.

Em Bicas, também, tem Prata Automóveis, a primeira.

Recentemente, a loja de São João foi ampliada e agora vai de quarteirão a outro e, com isso, vão surgindo novos empregos e novos amigos. Só que o Cezar não pára!

Por vários anos, vem sendo o maior financiador de carros via Banco ABN que reconhece nele um grande parceiro. E uma parceria desse quilate merece prêmios. E que prêmios! Viagem a Paris, com tudo pago, em plena copa da França (e esse ano tem mais). Grandes Prêmios de Fórmula 1, com todas as mordomias e fins de semana na Barra da Tijuca. Ninguém é de ferro!

Quando eu achava que o cara estava satisfeito… que nada! Quase que do nada, eis que surge outro empreendimento, numa das áreas mais sofisticadas de JF, no point da cidade, outra loja de carros… e linda!

Claro que o mérito é todo dele, porém dizem que, atrás de um grande homem, sempre tem ela, a grande mulher. E isso, no caso do Cezar, é a mais pura verdade, já que sua esposa e companheira, Maida, está sempre ao seu lado, pro que der e vier. E, também, seus filhos: Cesinha, Marcelo e Mateus.

Nessa luta toda, o Cezar perdeu amigos. Ganhou experiência, muitos novos amigos e fregueses… Enfim, todos concordam em uma coisa: ele é “o cara!”.
Artigo de Amílcar Rebouças adaptado para a Coluna

BOTAFOGO
Os botafoguenses mais explícitos e “mostrados” da turma, Nilton Santos e Lúcio Flávio, não deixaram por menos.

Com a certeza da vitória e do caneco carioca, contrataram um trio elétrico de JF e a grande torcida alvinegra “garrinshow” noite afora… comemorando… Foooooogo!

Arquivos
Categorias