Arquivo junho, 2005

Coluna nº 156

CAPA DO LIVRO
Heloísa Curzio bolou a capa do livro “As três faces da esfinge”, de João de Abreu Borges. O poeta conheceu os trabalhos dela pela internet e não perdeu tempo.

A arte gráfica, baseada em quadros expostos em Cuba, está aprovada. Vale dar uma volta na página da artista plástica: www.hcurzio.cjb.net.

PRATA AUTOMÓVEIS
Falar assim, confira a nova home page da Prata Automóveis, com mil opções para compra de carros novos e usados.

Pra completar, a Prata está investindo “com firmeza” em veículos utilitários pesados (caminhões). O endereço é www.prataautomoveis.com.br.

BRUNA LOMBARDI
A atriz Bruna Lombardi falou: “Coragem não é não ter medo. É ter e continuar.”

DOSE DUPLA
Na emenda do último feriadão, os salões do “Fest Point”, em JF, bombaram ritmados, com direito a Hi-fi. A meninada dançou à beça para festejar o aniversário dos irmãos Pietro e Caio, filhos de Simone e Ricardo Bertelle Machado.

AGORA VAI?
O GRES Unidos do Areião, que não pinta na avenida faz alguns anos, está criando várias promoções visando ao carnaval 2006. Dia 22 de maio mesmo, aconteceu almoço no Esporte Clube Biquense.

José Carlos A. Penchel, empolgado com a parada, já soltou no Bar do Gilmar que vai fazer o enredo e o samba… Assim, assim, autoritariamente… Sem ouvir as outras partes… rs…

SABOR AMARGO
O que mais tem me saciado ultimamente na política é ver ex-oposicionistas radicais “honestíssimos”, agora no poder, engessados quanto aos seus “ideais”, amargando e engolindo sapo seco. Um “sem graça” tomou conta dos ex-puritanistas.

BODAS DE PRATA
Comemoraram vinte e cinco anos de casados, Aloma e Francisco Galil (Fran). A celebração aconteceu na Igreja de São Sebastião, em JF. Depois das palavras do padre Gabriel, a esposa agradeceu a todos, emocionada, finalizando… “… Que ninguém tenha vergonha de dizer ‘eu tenho fé, eu amo, eu luto’…”.

Na sequência, houve recepção no luxuoso Victory Hotel.

BETO ALEGRIA
Valeu, Betinho Rossi… Valeu pelos 10 anos do “Beto Alegria, O Show da Criança”. Os festejos aconteceram dia 20 de maio, na Sede Social do Esporte Clube Biquense.

Pra completar, na passarela, Desfile da Coleção Outono Inverno da Pequerrucha Modas.

EXPÔ/2005
Dizem as boas línguas que a Expô/2005 (de 23 a 31 de julho) vem de Rappa, Leonardo e Terra Samba.

ASSESSORIA JURÍDICA
As novas assessoras jurídicas da Câmara Municipal de Bicas já estão na labuta. Ei-lâs: dras. Silvia Donnarumma Machado Veiga e Fabíola Moreira Croce.

AGRADECIMENTO
Moradores da rua d. Miquelina e adjacências agradecem ao Pe. Cássio, a Comissão de Festa de São Sebastião e à família do empresário Sebastião Faria pela restauração interna e externa da Capela de São Sebastião.

MEMORIAL
Com a morte da sra. Ana Lamoglia, o Memorial “Pe. Manoel de Paula Borges”, da Igreja Matriz, recebeu documentos importantíssimos. Venha enriquecer-se culturalmente falando! Venha conhecer a história do município de Bicas!

O memorial está aberto ao público, que recebe orientação de Olímpio Reis. Toda terça-feira, das 14h às 17h.

CESAR ROMERO
O colunista do jornal Tribuna de Minas, de JF, Cesar Romero, reuniu, na tarde-noite de sábado, 04 de junho, na Estação São Pedro, 1500 pessoas. Comemorou 50 anos de idade, 29 de colunismo e 13 da Feijoada do César Romero. Esquema badaladíssimo, prestigiadíssimo… Incomparável na região. Leila Schuster (foto), ex-miss Brasil, compareceu.

TESE DE MESTRADO
Sábado, 30 de abril, o jornalista e escritor, Chicre Farhat, acompanhado da esposa Nereida e do editor Mauro Careiro Nolasco, compareceu à Escola Estadual Mário Bianco Giannini, onde a professora Rita de Cássia Paula de Souza Ramos apresentou-lhe a tese de mestrado que desenvolveu em cima da última obra do letrado: “O Canto do Entardecer”.

O trabalho, esmeradíssimo, emocionou o homenageado.

Por volta de 11h30min, o escritor esbanjou todo o seu talento de intelectual ao ser entrevistado pela primeira vez na Rádio Alternativa, pela professora Rita e pelo jornalista Desudet Rodrigues.

Chicre, inteligível, falou de suas obras e de seu grande amor por Bicas. De suas lutas pelo bem comum, desde os 15 anos, quando promoveu o primeiro levante estudantil contra a majoração do preço do ingresso no extinto Cine Theatro São José.

Inúmeras ligações deram mais vigor ao entrevistado, que pôde perceber o alcance da Alternativa, não só em Bicas, como em outras cidades da microrregião. Deu certo, principalmente, para muitos jovens que não o conheciam.

LANÇAMENTO
Na noite de primeiro de maio, as cortesias continuaram… A Câmara e a Prefeitura de Bicas, através da Secretaria de Educação e do Departamento de Cultura, promoveram o lançamento do livro “O Canto do Entardecer”.

Chicre recebeu bastantes afagos… Discursou, autografou… E os podereres legislativo e executivo cumpriram o seu papel de não deixar apagar a chama do renomado intelectual biquense.

CULTURA E EDUCAÇÃO
A Academia Biquense de Letras deve ser instalada no corrente ano. Como o Instituto Histórico José Maria Veiga, será mais uma instituição que adstrita à outras já existentes. Projetará ainda mais a cidade no cenário cultural da região, máxime, do interior mineiro.

Em Maripá, onde existe uma bela Casa da Cultura, o simples resgate da memória de Emil Farhat, um escritor de nível internacional ali nascido, mas esquecido nas administrações anteriores, colocaria a cidade no berço esplêndido da notoriedade.

Em Pequeri, Dorival Caymmi e família têm projetado a cidade na mídia nacional e internacional. Ali a prefeitura quer resgatar o prestígio cultural da cidade com a restauração do Museu Histórico e a promoção de eventos populares como o Festival de Música.

Guarará, com o resgate recente do seu Teatro Municipal, também, marca pontos no contexto da Comarca. Ao conjunto das instituições existentes e das promoções culturais desses municípios, acrescentamos três ou mais dezenas de livros editados nos últimos 20 anos por filhos da região, como Emil Farhat, Chicre Farhat, Frank Granado, esse colunista e outros.

Podemos afirmar, sem favor nenhum, que a comarca de Bicas tem um potencial cultural dos mais invejáveis.

A lamentar, só a fraca participação de várias lideranças em eventos culturais relevantes. Prestigiar os filhos da terra consagrados, alhures, é também dever de cidadania e prova de boa educação.
Fonte: jornal O Município – Coluna Cultura, Gente e Idéias – Júlio C. Vanni

DIÁLOGO
Pai e filho caminhavam pela montanha…
De repente, o menino cai, machuca-se e grita:
- Ai!!!
Para a sua surpresa, escuta sua voz se repetindo em algum lugar da montanha:
- Ai!!!
Curioso, pergunta:
- Quem é você?
Como não obteve resposta, gritou bem alto:
- Seu covarde!
E escutou como resposta:
- Seu covarde!
O menino olha para o pai e pergunta, aflito:
- O que é isso?
O pai sorri e fala:
- Meu filho, preste atenção.
Então, o pai grita em direção à montanha:
- Eu admiro você!
A voz responde:
- Eu admiro você!
De novo, o homem grita:
- Você é um campeão!
A voz responde:
- Você é um campeão!
O menino fica espantado. Não entende.

E o pai explica:
- As pessoas chamam isso de ECO, mas, na verdade, isso é VIDA. A vida lhe dá de volta o que você deseja de bem ou mau aos outros. Se você quer mais amor, compreensão, sucesso, harmonia, fidelidade… crie mais amor, compreensão, harmonia, fidelidade… no seu coração. Se agir assim, a vida lhe dará felicidade, alegria, amor… das pessoas que o cercam.

Arquivos
Categorias